Tribunal de Contas do Paraná cria comissão para fiscalizar obras do metrô

O Tribunal de Contas do Paraná criou uma comissão especial para fiscalizar as obras do metrô de Curitiba. O grupo fez no último dia 13 a solicitação de diversos documentos à Prefeitura de Curitiba, como estudo de viabilidade técnica e econômico-financeira do empreendimento; cronogramas físico-financeiros; autorização legislativa para a concessão. Com a papelada em mãos, o Tribunal de Contas vai analisar como está o processo para a licitação do metrô. Esta é a maior obra de Curitiba e vai custar dois bilhões, 330 milhões de reais. O coordenador de engenharia e arquitetura do TCE, o presidente da comissão Luiz Henrique de Barbosa Jorge, explica que o TCE tem que ficar atento a todo o processo de construção do metrô, antes mesmo do projeto sair do papel.

A primeira linha do metrô vai ligar a cidade Industrial de Curitiba ao Centro, em um trecho de 14 quilômetros. Agora está na fase de consulta pública. As obras devem começar no ano que vem.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*