UFPR divulga moção e realiza ato em defesa de bolsas de pesquisa

(Foto: reprodução/Facebook)

Professores, estudantes e servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Paraná participaram nesta quinta-feira (9) de uma manifestação contra a ameaça de cortes nas bolsas de pesquisa no país. Um possível veto a um item da Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem significaria uma redução no orçamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes), responsável pelo pagamento de bolsas.

O ato “Luto pela ciência, pela universidade pública, pelo futuro” reuniu cerca de mil pessoas nas escadarias do Prédio Histórico, na Praça Santos Andrade, logo depois da sessão do Conselho Universitário (Coun) que aprovou uma moção contra os cortes. Na abertura da manifestação, o reitor Ricardo Marcelo Fonseca pediu o engajamento não apenas da comunidade universitária, mas de toda a sociedade, na defesa da educação, da ciência e da tecnologia brasileiras.

Um alerta feito pela Capes indica que uma redução orçamentária no ano que vem pode levar ao cancelamento de aproximadamente 93 mil bolsas de pós-graduação no país. Na moção aprovada pela UFPR, o Conselho Universitário pede que sejam mantidos os recursos destinados à Educação e à Ciência, Tecnologia e Inovação no País previstos na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019, do modo como foi aprovada no Congresso Nacional.

Segundo o conselho, ela assegura o mínimo para o funcionamento do sistema de educação superior, garantindo a manutenção dos recursos e o uso das verbas de arrecadação própria das universidades. A UFPR manifesta preocupação com o futuro de milhares de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, que podem deixar de ser pagas, afetando diretamente a produção do conhecimento brasileiro.

A instituição cita ainda riscos para os programas de fomento à formação dos professores da educação básica; para iniciativas de cooperações internacionais; e riscos de impacto também nas atividades de graduação. A manifestação desta quinta-feira (9) foi organizada pela Universidade Federal do Paraná com o apoio da Associação dos Professores da UFPR (APUFPR), Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior no Paraná (Sinditest-PR), Diretório Central dos Estudantes (DCE) e Associação dos Servidores da UFPR (Asufepar).

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*