UFPR libera ensalamento para candidatos cotistas que passarão pelas bancas de validação

Os candidatos do sistema de cotas do vestibular 2017/2018 da Universidade Federal do Paraná já podem consultar o ensalamento para as bancas que vão validar esse tipo de inscrição. Esta é a primeira vez que a instituição realiza, antes da primeira fase do vestibular, as bancas de validação para os que se declararam pretos ou pardos; indígenas; e com deficiência.

As sessões das bancas começam na próxima segunda-feira (9) e vão até o dia 20, em data e horário pré-agendados para atender cada candidato. Os comprovantes, que devem ser apresentados no dia da banca, estão disponíveis no site do Núcleo de Concursos da universidade: nc.ufpr.br. Estão inscritos pelo sistema de cotas do vestibular 2.570 pessoas. Dessas, 2.465 são autodeclaradas pretos ou pardas, 17 indígenas e 88 pessoas com deficiência.

A realização das bancas de validação antes da primeira fase vai permitir que os candidatos que eventualmente tiverem a autodeclaração invalidada continuem participando do processo seletivo para ingresso na universidade. Quem não comparecer à banca ou tiver a autodeclaração rejeitada terá a inscrição automaticamente transferida para a segunda opção de categoria de concorrência indicada por ele no ato da inscrição.

Os candidatos puderam se inscrever, por exemplo, como pardo e pessoa com deficiência; ou para as vagas de concorrência geral, como segunda opção de categoria. As bancas de validação vão atender simultaneamente em Curitiba, Toledo, Palotina, Jandaia do Sul e Matinhos e serão específicas por categoria. Para cada categoria há uma Comissão Específica de Validação. Cada banca será composta por no mínimo três integrantes, dos quais ao menos um integrante do quadro de servidores da UFPR e um representante da comunidade externa.

Os candidatos deverão se apresentar à banca levando documento oficial com foto. A ausência de documento com foto determinará a invalidação automática da autodeclaração. As entrevistas com os candidatos serão gravadas em vídeo, para utilização posterior na avaliação de recursos que venham a ser protocolados por candidatos que tiverem autodeclarações rejeitadas. Para a avaliação, a universidade segue uma série de critérios, que estão disponíveis para consulta no site da instituição.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*