Vale transporte ainda é o item mais valorizado pelos trabalhadores

Na hora de contratar um funcionário, o que pesa mais no pacote: o salário propriamente dito ou os benefícios oferecidos pela empresa. Mesmo com o passar dos anos, a melhoria das condições financeiras, e a facilidade para a compra do carro próprio, o vale transporte ainda é o ítem mais pedido pelos trabalhadores na hora de aceitar um emprego. Tanto quanto um bom salário. É o que revela uma pesquisa feita recentemente pela recrutadora Catho. Segundo a consultora Danielle Correa, os novos funcionários querem mais do que apenas um “vale isso” ou “vale aquilo”. A pesquisa aponta ainda que mais da metade dos entrevistados espera que a empresa ofereça mais do que os benefícios básicos. A participação nos lucros e os convênios com desconto ou assistência na educação dos filhos estão bem cotados, mas são apenas as grandes corporações que apostam neste lado. Por outro lado, uma tendência do mercado de trabalho é a terceirização dos serviços, com a contratação de funcionários jurídicos. Ou seja, os vínculos empregatícios também estão pesando. Neste caso, é preciso que o trabalhador pense se vale ou não a pena abrir mão dos benefícios. E isso varia de acordo com a idade, assim como os “vales” oferecidos. A pesquisa foi feita com mais de 46 mil pessoas, que responderam a 249 perguntas. De acordo com a recrutadora, foram levadas em consideração apenas as respostas de profissionais que possuem mais de 16 anos, que trabalham para empresas privadas ou mistas e residentes no Brasil.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*