Vítimas de amianto terão apoio jurídico de estudantes de Direito

Estudantes de Direito da Universidade Federal do Paraná vão dar apoio jurídico às vítimas de amianto no Paraná. O material é usado na fabricação de telhas, caixas’d’água, tubulações, painéis e divisórias, e pode causar várias doenças. Entre elas estão o câncer de pulmão e do aparelho digestivo. Os alunos vão prestar auxílio aos trabalhadores que tiveram problemas de saúde para que elas tenham direito a aposentadoria especial ou por invalidez, consigam auxílio doença, além de outros benefícios. O Brasil é o quinto país do mundo que mais consome amianto. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, 100 mil trabalhadores morrem por ano por doenças causadas pelo amianto. O Sindicato dos Engenheiros do Paraná também participa do projeto. Em outros estados do país, como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo, o amianto já é proibido. O Paraná também tem um projeto de lei semelhante, que está em tramitação na Assembleia Legislativa do Paraná, e ainda não foi para a votação em plenário.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*