Voluntários celebram casamento em asilo para contar com a presença dos amigos idosos

(Foto:Dalton Castro/arquivo pessoal)

Um jovem casal paranaense celebrou o próprio casamento em um local inusitado: o Asilo São Vicente de Paulo, em Nova Esperança, no noroeste do Paraná. O noivo, Douglas Soares Medina, de 24 anos, trabalhava como voluntário no lar. Há quatro anos, ele visita a casa para passar um pouco de tempo com os idosos.

Cristão, ele promovia momentos de espiritualidade e oração. Foi a foto de uma destas visitas que rendeu o relacionamento com a Bianca Lopes, de 25 anos.

Ela mora em Cascavel, a 300 quilômetros de Nova Esperança. Viu uma postagem do Douglas com uma das senhoras da casa e eles começaram a conversar. Douglas conta que as visitas ao asilo fizeram parte da história do casal.

A celebração no lar foi uma alternativa para contar com a presença dos amigos idosos, já que leva-los à cerimônia “oficial” seria inviável. A festa teve bolo feito pela tia do noivo, flores e uma decoração simples, mas harmoniosa.

A cerimônia contou com a participação de todos os moradores: Dona Rosa, de 88 anos, foi a dama de flores. As alianças foram carregadas por Afonso, em sua cadeira de rodas levada pelo “seo” Alcindo. A noiva entrou acompanhada pelo “seo” Benedito e o juiz de paz foi Natanael Carraro, de 72 anos, que improvisou tudo do coração. A história viralizou nas redes sociais.

O casal, que se mudou para Cascavel, tem evitado dar entrevistas. Mas a vontade de ajudar os idosos fala mais alto: o desejo é que a história deles possa mobilizar mais voluntários para ajudar asilos de todo o país.

A celebração fechou um ciclo na vida de Douglas. Para Cascavel, ele não levou apenas as fotos da celebração, mas também as histórias que viveu ao lado dos amigos do lar.

(Foto:Dalton Castro/arquivo pessoal)

(Foto:Dalton Castro/arquivo pessoal)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*