Votação de projeto sobre venda de álcool na Arena é adiada na Câmara

Foi adiada por dez sessões a votação do projeto de lei que quer proibir a venda de bebidas alcoólicas no estádio da Arena da Baixada durante a Copa 2014. A proposta é de autoria do vereador Tico Kusma, do PSB. Desde 2008, a comercialização é proibida em todos os estádios do país. Para Kusma legislar sobre o tema é obrigação de segurança pública. Na Assembleia Legislativa do Paraná, os deputados já começaram a debater o tema. O Governo Federal chegou a assumir com a Fifa o compromisso de liberar a venda nos estádios durante o Mundial de 2014, mas delegou a questão aos estados. Mas na Câmara, a discussão com certeza vai longe. O vereador Juliano Borghetti, do PP, também apresentou um projeto de lei sobre o tema, mas defendendo a necessidade de autorizar a venda de bebidas alcoólicas. Para ele, quem vai para o estádio para assistir a uma partida da Copa do Mundo não vai para brigar. O projeto de Borghetti é analisado nas comissões da casa. Os secretários estadual e municipal da Copa, Mário Celso Cunha e Luiz de Carvalho, respectivamente, já manifestaram que são favoráveis à comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*