ParanáCidades

28ª Festa da Tainha da Ilha do Mel começa sexta

A Pesca da Tainha está em alta na Ilha do Mel

 28ª Festa da Tainha da Ilha do Mel começa sexta

Foto: Divulgação/Animpo

A vigésima oitava festa da Tainha da Ilha do Mel começa nesta semana. O tradicional evento tem programação especial com cardápio típico, bandas, oficinas e competições entre os dias 1º e 31 de julho, em Nova Brasília, Ilha do Mel. Nesta quarta-feira (29), é o Dia do Pescador, já que hoje é o Dia de São Pedro, o apóstolo padroeiro dos pescadores. São Pedro representa para esses trabalhadores proteção e boa pescaria.

A Pesca da Tainha está em alta na Ilha do Mel. Por ser a época mais fria do ano, os peixes migram para águas mais quentes se aproximando da costa. Tradicional como a pesca, em paralelo ocorre a Festa da Tainha na Ilha do Mel movimentando o litoral do Paraná. A Festa da Tainha em Nova Brasília é promovida pela Associação dos Nativos da Ilha do Mel (Animpo). De acordo com o vice-presidente da Animpo, Iago da Rocha Ribeiro, além de promover a pesca, a festa também promove a valorização cultural da região.

Com entrada gratuita, a programação conta com um cardápio especial de pratos típicos, além de competições, stand-up comedy, oficinas e shows. Esta edição é a primeira desde 2019, uma vez que ela deixou de ocorrer em 2020 e 2021 devido à pandemia da Covid-19.  A expectativa é de que a Festa da Tainha, deste ano, receba um público aproximado de 40 mil pessoas durante todo o mês do evento. O evento também ajuda a aumentar as vendas de inverno na Ilha do Mel.

Os turistas que visitarem a Ilha do Mel durante o evento vão poder conferir um cardápio especial com a tainha assada, em postas, tainha moda do pescador (como as famílias da Ilha costumam preparar a tainha), ova de tainha, porção de camarão, camarão sete barbas, camarão branco, entre outras porções. Além disso, uma programação especial promete animar os turistas e nativos com atividades ambientais, esportivas, culturais e infantis.

mariane.abreu

Paraná é o 3° estado em reprodução assistida no país

Paraná é o 3° estado em reprodução assistida no país

Curitiba está entre as cinco cidades com maior número de clínicas especializadas

Cerca de 200 paranaenses aguardam transplante de fígado

Cerca de 200 paranaenses aguardam transplante de fígado

Em todo o Paraná, nos últimos 10 anos, foram realizados 1965 transplantes hepáticos

Monkeypox: Paraná registra 16 casos novos, aponta boletim

Monkeypox: Paraná registra 16 casos novos, aponta boletim

O boletim atualizado pela Sesa incluiu diagnósticos em Curitiba, Araucária e Cascavel

Paraná pode ter Selo Empresa Amiga da Mulher

Paraná pode ter Selo Empresa Amiga da Mulher

Projeto quer reconhecer iniciativas de valorização feminina pessoal e profissional