Quatro policiais militares são presos após exigir 16 mil reais em abordagem a um carro

Quatro policiais militares foram presos em flagrante pelo Gaeco, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado. A prisão foi realizada após os policiais extorquirem uma pessoa que havia sido abordada por eles.

Segundo o Gaeco, depois de revistarem o carro da vítima, sem encontrarem nada de irregular, os policiais exigiram dela 16 mil reais. Caso o dinheiro não fosse dado eles ameaçaram colocar drogas e munições na casa da vítima.  Após a primeira abordagem policial, a vítima buscou o Ministério Público do Paraná, que acionou o Gaeco.

nada de irregular, os policiais exigiram dela 16 mil reais. Caso o dinheiro não fosse dado eles ameaçaram colocar drogas e munições na casa da vítima.  Após a primeira abordagem policial, a vítima buscou o Ministério Público do Paraná, que acionou o Gaeco.

Equipes do grupo foram ao local combinado para a entrega do dinheiro na noite dessa quarta-feira. Segundo o Gaeco, os quatro PMs chegaram, em uma viatura, para receber o valor. Após pegarem o dinheiro, quando já se afastavam, foram abordados pelos agentes mas tentaram fugir. Segundo o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, houve uma perseguição de mais de três quilômetros, até que os policiais foram alcançados.

Foram encontrados com três dos PMs três revólveres  com as numerações raspadas e munições variadas. No console da viatura, havia uma caixa de fósforos com pequena quantidade de substância semelhante a crack.

Entre os pertences de um dos soldados foi encontrada também um instrumento para abrir fechaduras.

Reportagem: Felipe Harmata