ParanáGeral

44 mil casas ainda estão sem luz no Paraná

Desde sábado, diversas regiões do estado estão sofrendo com os temporais

 44 mil casas ainda estão sem luz no Paraná

Foto: COPEL

O último boletim divulgado pela Copel aponta que 44 mil unidades consumidoras ainda estão sem luz nesta segunda-feira, em todo o Paraná. Desde sábado, diversas regiões do estado estão sofrendo com os temporais. Os dados, que já foram superiores a mais de 60 mil residências sem luz, mostram que das 44 mil casas que permanecem nessa condição, 19 mil estão na região Norte, 7,4 mil no Oeste, 7,2 mil no Centro-sul, 6,2 mil no Noroeste e 4,7 mil na região Leste, que inclui Curitiba, região metropolitana e litoral.

Veja mais:

Após 15 milímetros de chuva e rajadas de vento de 27 km/h, 4 mil 329 casas chegaram a ficar sem luz na capital paranaense. De acordo com dados da Defesa Civil, foram registradas 90 ocorrências nas últimas 24 horas. Desse número, 86 foram solicitações de risco ou queda de árvores na Central 156. Até o momento, não houve feridos, desabrigados ou desalojados. A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil ressalta que o tempo permanece chuvoso e está monitorando possíveis novas ocorrências.

Reportagem por Leo Coelho.

mariane.abreu

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Há risco de alagamentos, transbordamento de rios e deslizamentos, com chuva de até 100 mm/dia

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

O uso também é obrigatório no aeroporto, em hospitais e outros estabelecimentos de saúde

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

As cadeiras anfíbias permitem o acesso de pessoas com deficiência à areia e ao mar

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Com o censo populacional defasado, os dados ainda não consideram a pandemia do coronavírus