Adolescente da Vila Torres já está na Suíça para fazer discurso em evento da ONU

(Foto: reprodução)

Um estudante de Curitiba, morador da Vila Torres, um bairro pobre com moradias precárias e registro de miséria no coração da cidade, vai representar o Brasil na próxima sexta-feira, no Dia do Debate Geral da Organização das Nações Unidas, em Genebra, na Suíça. Gabriel Genivaldo dos Santos, de 16 anos, vai fazer um discurso para os representantes do Comitê de Direitos da Criança das Nações Unidas. O evento ocorre a cada dois anos e reúne jovens de diferentes países do mundo para falar sobre assuntos relacionados aos direitos das crianças.

Gabriel é aluno do Centro Educacional Marista Eunice Benato, uma das 23 unidades sociais do Grupo Marista, que funcionam em comunidades de risco social e atendem, gratuitamente, crianças, adolescentes e jovens, por meio da educação e projetos no contraturno escolar. O adolescente vai falar sobre “Liberdade de expressão e violência nas escolas”. O tema foi definido pela ONU. De acordo com ele, o reconhecimento é uma forma de valorizar os jovens mais carentes no pais.

Segundo Diagnóstico Participativo das Violências nas Escolas, feito em 2016, com aval do Ministério da Educação, 69,7% dos jovens relataram naquele ano a ocorrência de algum tipo de violência no âmbito escolar. Nos arredores das instituições de ensino, segundo o levantamento, 82,2% dos alunos consideram que ocorre algum tipo de violência.

Além de Gabriel, o paulistano Pedro Cezarino Gouvêa, de apenas 11 anos, também irá ao evento como participante. Os dois brasileiros, além da chilena Camila Álvarez Cortés, de 17, que também fará palestra para o Comitê, vão representar um grupo de 1.652 crianças e adolescentes de diversos países.

Por meio do Dia do Debate Geral, a ONU monitora direitos das crianças e adolescentes. Com isso, o Comitê das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, órgão formado por 18 especialistas de todo o mundo, recomenda governos dos países sobre como manter os compromissos firmados na Convenção sobre os Direitos da Criança, da qual o Brasil é signatário desde 1990.

Reportagem: Lorena Pelanda

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*