Alunos de colégio em Curitiba usam teatro para abordar abuso sexual de crianças e adolescentes

Foto: Fernando de Jesus/SEED

Estudantes do Colégio Estadual Euzébio da Mota, em Curitiba, usam o teatro para levar mensagens importantes à comunidade escolar do bairro Boqueirão. Com o objetivo de dar voz aos estudantes e promover o protagonismo juvenil na definição de políticas públicas de enfrentamento à violência sexual, os estudantes têm abordado o tema em apresentações teatrais. A peça intitulada “A culpa não é sua” já foi encenada em cerca de 20 escolas estaduais e municipais.

De acordo Samuel de Queiroz, de 15 anos, aluno do 2° ano do Ensino Médio, essa é uma boa forma de passar confiança para crianças e adolescentes.

Para estudante do 3° ano do Ensino Médio, Pedro Ribeiro Szelest, de 16 anos, é preciso debater o assunto com toda a sociedade.

A escolha dos temas do grupo de teatro da escola é feita coletivamente pelos mais de mil estudantes do colégio. A diretora da instituição, Olinda de Godoi Ribeiro, explica que interação contribui para ampliar o debate sobre o assunto.

O professor de Arte, Marco Antônio Cordasco, diretor do grupo de teatro, explica que os temas são abordados com uma linguagem pedagógica que não afete o aluno. Ele ressalta a importância de ouvir as crianças.

A ação dos estudantes faz parte do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente na Regional Boqueirão, que engloba uma série de ações da sociedade civil organizada, agentes públicos e representantes da comunidade escolar.