Antonina se junta a Paranaguá e Morretes e adia festas de Carnaval

Antonina

Depois de Paranaguá e Morretes, agora a cidade de Antonina decidiu suspender o carnaval deste ano por causa da epidemia de dengue. A confirmação saiu nesta terça-feira (19), de manhã, e se trata de um adiamento por enquanto. Isso porque a cidade recebe muita gente para a folia, o que poderia provocar um surto de dengue. Antonina tem 17 mil habitantes, mas nos dias de carnaval chega a receber 120 mil pessoas, 60% delas de Paranaguá, que vive uma epidemia da doença. Segundo o secretário de Cultura do município, César Broska, a cidade ficou fora da Operação Verão do Governo do Estado, e não tem verbas para arcar com o possível aumento no atendimento à saúde dos turistas.

O secretário afirma que a decisão foi consenso até mesmo entre as escolas de samba, mas que a medida vai trazer sérios prejuízos ao município, já que a festa de carnaval é um dos principais momentos de arrecadação para o comércio e turismo da cidade.

Ainda não ficou definido se a festa está cancelada ou se será adiada. É possível que ela seja feita junto ao também tradicional Festival de Inverno, em julho. Dois casos de dengue já foram confirmados em Antonina, porém, os dois são importados, ou seja, foram contraídos em outras localidades. Já em Morretes, o cancelamento ocorreu por causa da falta de dinheiro. Há dez dias, o prefeito Helder Teófilo dos Santos (PSDB) afirmou que a economia será de R$ 100 mil a R$ 150 mil, e que o dinheiro poupado poderá ser investido para o pagamento de contas do município. Já no interior do estado, a cidade de Irati também cancelou a folia por causa da crise econômica.