Atendimento em Consultório de Rua aumenta 11% em Curitiba

Foto: Ricardo Marajó/FAS

O atendimento de saúde no Consultório de Rua de Curitiba cresceu pouco mais de 11% em 2018 em relação a 2017. Foram pouco mais de 14 mil atendimentos no ano passado contra pouco mais de 12 mil em 2017. Os dados são da prefeitura de Curitiba.

Os Consultórios na Rua atendem pessoas em vulnerabilidade social e não param muito tempo em um mesmo lugar. Ele circula em um trailer adaptado para prestar serviços de saúde. São quatro equipes, formadas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, psicólogo, assistente social, cirurgião dentista e técnico em saúde bucal.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Marcia Huçulak, as equipes atuam em pontos estratégicos da cidade.

Atualmente, o Consultório na Rua acompanha 2.738 pacientes e oferta vacinação, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite C, medicamentos e acompanhamento de doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, bronquite. Os problemas de saúde mais comuns entre os usuários do serviço são lesões de pele e dos pés, doenças infectocontagiosas e crônicas, viroses, dependência química.

Além do trailer são utilizadas duas ambulâncias de suporte.

Reportagem: Felipe Harmata