Atividades físicas contribuem para a prevenção do câncer de mama

(Foto: divulgação/Ministério da Saúde)

O Ministério da Saúde apresentou um estudo inédito no País que indica que cerca de 12% das mortes de mulheres por câncer de mama poderiam ser evitadas pela prática regular de atividade física (com atividades que somem 150 minutos por semana). Em 2018, segundo o Instituto Nacional do Câncer, estimam-se aproximadamente 60.000 novos casos de câncer de mama no Brasil.

Segundo a médica ginecologista Márcia Keiko, a cidade de Paranaguá fechará o ano com 49 novos casos.

Segundo a médica, é importante controlar o peso, ter uma dieta reduzida em açúcares e controlar o consumo de álcool.

A professora Leda Maria Vanhoni de Souza passou pelo tratamento e revela que foi a partir da doença que sua vida mudou. Hoje ela também é voluntária do Instituto Peito Aberto e leva informações para outras pessoas.

Leda Vanhoni afirma que é importante falar da prevenção, mas não só em outubro, e sim o ano todo. Ela fez a mastectomia bilateral e há pouco mais de um mês retirou as trompas e ovários para prevenção, em virtude do aparecimento de um cisto. Hoje ela está curada

Segundo o Ministério da Saúde, o diagnóstico precoce aumenta em 95% as chances de cura.

Reportagem: Kelly Frizzo