Autorização de crédito de até R$ 250 milhões para a prefeitura é aprovado na Câmara

(Foto: Carlos Costa/CMC)

Com 27 votos favoráveis e seis contra, o pedido de autorização para que a prefeitura possa contratar um empréstimo de até R$ 250 milhões junto à Caixa Econômica Federal foi aprovado em regime de urgência hoje (02) na Câmara.

De acordo com a prefeitura, o dinheiro será captado por meio do programa Financiamento para Infraestrutura e Saneamento (Finisa), do governo federal, para a realização de diversas obras na cidade.

O pedido de autorização foi enviado pelo vice-prefeito, Eduardo Pimentel, que esteve em sessão plenária no dia 20 de novembro e pediu apoio dos vereadores para a aprovação do crédito.

Segundo o pedido, os recursos serão utilizados numa série de obras na cidade, que incluem implantação de 50 quilômetros de asfalto sobre saibro, recuperação de 168 quilômetros de asfalto danificado, construção de viaduto e alças na estação Tarumã na Linha Verde, requalificação do Moinho Rebouças e construção da Rua da Cidadania da CIC, além de obras de drenagem e contenção de cheias.

O vereador Dalton Borba (PDT) votou contra o projeto. Para ele, o pedido de empréstimo não estava claro e não cabia regime de urgência para a votação.

A proposição teve o regime de urgência acatado na segunda (25) e no dia seguinte, terça (26), o texto passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O líder do governo na Câmara, vereador Píer Petruzziello (PTB) defendeu a solicitação do empréstimo.

Segundo ele, o regime de urgência é importante para respeitar as regras de empréstimo do banco.

Aprovado em primeiro turno, o pedido deve passar por uma segunda votação na sessão plenária de amanhã (terça, 02).

Reportagem: Leonardo Gomes

(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)