ParanáGeral

Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Foram mais de 100 idosos vítimas da instituição, segundo Nudecon

 Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Foto: DPE-PR

O Núcleo de Defesa do Consumidor do Paraná ajuizou uma ação civil pública contra um banco acusado de descontar pagamentos de empréstimos consignados não autorizados por idosos. Os descontos eram feitos diretamente na fonte dos benefícios recebidos pelas mais de 100 vítimas no estado, de acordo com a Defensoria Pública do Paraná. O núcleo pediu à Justiça que determine o pagamento de dez milhões de reais para reparação do dano coletivo causado.

A apuração começou em 2021, quando um caso foi registrado no município de Quedas do Iguaçu. Uma magistrada da cidade suspeitou que a prática poderia ser recorrente e acionou o Nudecon. Novas vítimas foram localizadas a partir disso.

Reportagem: Larissa Biscaia.

felipe.costa

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Alta de setembro foi de 4% e voltou a patamar de satisfação com 100,8 pontos

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

Segundo o IBGE, o acesso à rede cresceu 5 pontos porcentuais, chegando a 90%

Primavera começa com baixas temperaturas

Primavera começa com baixas temperaturas

Expectativa é de chuvas influenciadas pelo La Niña