ParanáGeral

Bloqueios: protestos deixam rodovias interditadas no PR; acompanhe

Manifestantes questionam vitória de Lula (PT) nas urnas no último domingo (30)

 Bloqueios: protestos deixam rodovias interditadas no PR; acompanhe

As manifestações começaram logo após o resultado do segundo turno das eleições Foto arquivo : divulgação/BPRv

Chega a 68 o número de pontos de bloqueio em rodovias que cortam o Paraná. As manifestações, encabeçadas por pequenos grupos de caminhoneiros, questionam o resultado das eleições que deram um terceiro mandato à Lula (PT). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas BRs são 22 interdições. Já nas PRs o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) informou que são 46 locais de bloqueio.

Desde às 00h desta terça (1), 37 pontos foram desobstruídos em cumprimento a decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e a Justiça Federal do Paraná. Os órgãos determinaram o desbloqueio dos trechos. Em Brasília, a maioria dos ministros do STF confirmou a decisão individual de Alexandre de Moraes, que determinou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e às polícias militares dos estados o desbloqueio das rodovias brasileiras ocupadas de forma irregular sob pena de multa.

No Paraná, em caso de descumprimento, cada pessoa envolvida, direta ou indiretamente, pode ser multada em R$ 10 mil. Para pessoas jurídicas, a multa prevista é de R$ 100 mil por dia.

A advogada especialista em Direito Público, Juliana Bertholdi, explica que a manifestação é ilegal a partir do momento que pede uma ruptura democrática e impede o deslocamento da população.

Nesta terça-feira (1º), o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou que as polícias militares dos estados desobstruam as estradas bloqueadas e identifiquem os responsáveis pelas interdições. Em todo o país, segundo balanço da PRF, há bloqueios em 227 rodovias federais. Conforme os policiais, até o momento não houve confronto com manifestantes.

Rodovias federais (BRs) bloqueadas:

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas BRs são 22 interdições. Além disso, mais de 50 pontos já foram liberados.

A PRF disse haver um plano de ação para liberar as rodovias. Inclusive com a convocação de policiais em folga. Conforme a corporação, férias de servidores também foram suspensas no Paraná.

Rodovias estaduais bloqueadas:

Conforme o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), 46 locais estão interditados por manifestantes. Desde o início do dia 7 pontos foram liberados:

Em nota, o Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná disse estar reunido com todos os comandos regionais para avaliar as medidas que podem ser adotadas para a liberação das vias. O Batalhão de Polícia Rodoviária, responsável pelos trechos estaduais, informou que os locais de manifestação são monitorados.

Reportagem: Leonardo Gomes

leonardo.gomes

Tragédia na 376: MPF apura ‘eventual responsabilidade’ da PRF

Tragédia na 376: MPF apura ‘eventual responsabilidade’ da PRF

A Arteris, que administra a rodovia, também foi acionada para dar informações

470 pessoas permanecem desabrigadas no litoral paranaense

470 pessoas permanecem desabrigadas no litoral paranaense

Volume de chuva começa a diminuir em Morretes. Paraná tem alerta laranja para temporais

Buscas por vítimas do deslizamento de terra na BR-376 avançam

Buscas por vítimas do deslizamento de terra na BR-376 avançam

Volume de terra que ainda resta para ser removido é cerca de 5 mil m³

DER-PR alerta sobre limite de peso no ferry boat

DER-PR alerta sobre limite de peso no ferry boat

Ultrapassar esse limite pode danificar atracadouros e colocar em risco os usuários