ParanáServiços

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

As cadeiras anfíbias permitem o acesso de pessoas com deficiência à areia e ao mar

 Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

Foto: SEJUF

Neste domingo (27) e segunda-feira (28) acontece no litoral do Paraná uma capacitação para o uso da cadeira anfíbia. O treinamento faz parte do projeto Praia Acessível, coordenado pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) em parceria com a Sanepar e a Superintendência Geral do Esporte. Durante a capacitação, além do uso do equipamento, os cerca de 300 profissionais também vão ser orientados sobre como atender adequadamente às pessoas com deficiência (PCDs) e mobilidade reduzida.

No domingo participam do treinamento os coordenadores e profissionais dos pontos de cadeira anfíbio. Já na segunda-feira a capacitação será voltada para os 260 monitores que vão trabalhar no Verão Maior Paraná.

As cadeiras anfíbias são feitas com rodas especiais que permitem o deslocamento de pessoas com deficiência (PCDs) ou com dificuldades de locomoção a terem acesso à areia e ao mar. São equipamentos com cinto de segurança regulável, encosto, assento, apoio cervical para a cabeça e apoio para os pés em tecido emborrachado, removível e lavado.

As cadeiras têm capacidade para suportar até 120 Kg, são flutuantes e fabricadas em material leve, resistente e inoxidável. Para esta temporada a previsão é ter seis cadeiras disponíveis, uma em Guaratuba, duas em Matinhos e três em Pontal do Paraná.

vanessa.fontanella

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

BR-277: Tempo médio de viagem até Paranaguá fica em 1h14min

Permanece o desvio operacional no quilômetro 42, em Morretes

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

BR-277: 7 quilômetros de fila em Morretes, no sentido Curitiba

Na Serra do Mar, permanece o desvio operacional, após o deslizamento de terra

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Nota Paraná devolve R$ 23 milhões em créditos

Os contribuintes concorrem a prêmios de R$ 10 a R$ 1 milhão