Cadela do Bope se despede de companheiro de canil

Foto: divulgação/Bope

Os resultados que vão apontar a causa da morte do cachorro Skiper, do Bope, ainda não foram divulgados. O cão, de apenas dois anos, faleceu na semana passada, alguns dias após ser internado, depois de apresentar sinais de fraqueza.

O animal estava em fase final de treinamento para atuar com os policiais. O capitão Gustavo Zancam, do Batalhão de Operações Policiais Especiais, relata que, para a equipe, foi como perder um colega de farda.

E não foram apenas os policiais que lamentaram a morte precoce. A cadela Raika, que treinava junto com Skiper, emocionou aos policiais quando entrou na sala onde estava o corpo do cão.

Skiper era um pastor belga malinois, assim como Raika. A raça é muito utilizada pela corporação devido a eficiência nas operações. Apesar de ainda não terem confirmada a causa da morte, os policiais suspeitam que Skiper tenha morrido por causa de um câncer.

Reportagem: Ricardo Pereira

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*