Câmara Municipal inicia investigação contra mais um vereador

(Foto: divulgação/CMC)

O vereador Thiago Ferro (PSDB) está sob investigação da Câmara Municipal. Da mesma forma como aconteceu com a vereadora Katia Dittrich (SD), contra ele pesa a denúncia de apropriação de parte do salário de assessoras de gabinete.

A diferença é que a pessoa que denunciou o parlamentar ainda não apresentou provas, a não ser uma declaração em que aponta fatos ocorridos antes e durante o mandato. Apesar de garantir que conhece Thiago Ferro há mais de 15 anos, o denunciante não trabalha com o vereador.

É o que relata o presidente do legislativo municipal, Serginho do Posto (PSDB).

Agora o caso está nas mãos do corregedor da Câmara, vereador Dr. Wolmir Aguiar (PSC), que deve ouvir os citados e tentar colher provas para que o processo avance.

Exercendo o primeiro mandato como vereador, Thiago Kronit Ferro foi eleito no ano passado com 6.298 votos. Na manhã desta quarta-feira (23) ele utilizou o microfone da Câmara para se defender. Bastante irritado, negou as acusações.

Além dele, pelo menos outros dois vereadores são investigados pelo Ministério Público do Paraná. Os nomes não são divulgados pelo MP pois os processos correm em sigilo e o órgão também não fornece mais informações pois a promotora responsável pelos casos está em férias.