Campanha “Defenda o Jairo” arrecada fundos para o tratamento do ídolo de Coritiba e Corinthians

(Foto: reprodução/ Facebook)

Amigos e familiares de Jairo do Nascimento, ex-goleiro e ídolo do Coritiba, organizam uma campanha para arrecadar fundos para um tratamento de saúde. O “Pantera Negra” enfrenta um raro tipo de câncer no rim. O tratamento custa R$ 300 reais por dia e não é oferecido pelo SUS; por mês, os gastos chegam a R$ 9 mil. As doações podem ser feitas por meio de depósito bancário ou participando da “vaquinha” virtual, que pode ser encontrada pelo nome da campanha: “Defenda o Jairo”. O objetivo final é arrecadar R$ 90 mil.

O filho do ex-atleta de 72 anos conta que o retorno dos primeiros dias de campanha foi positivo. A estimativa de duração do tratamento é de um ano. Até o momento a família conseguiu levantar o suficiente para três meses. Jairo da Silva Nascimento explica que o custo é elevado devido à combinação de medicamentos:

A família ainda não desistiu de tentar na Justiça o direito de ter o tratamento custeado pelo Sistema Único de Saúde. Caso haja uma resposta positiva do judiciário, o dinheiro arrecadado será doado para outras famílias que lutam contra o câncer:

O filho do ídolo de equipes como Coritiba e Corinthians também destaca outro fator importante da campanha Defenda o Jairo:

Entre os amigos do futebol que participam da campanha está o ex-companheiro de zaga Cláudio Marques. Juntos eles foram campeões e fizeram parte de títulos históricos dos anos 70, defendendo as camisas de Coritiba e Corinthians. A dupla ainda viria a se encontrar em Recife, onde defenderam o Náutico:

O defensor lembra que a realidade do futebol profissional das décadas de 70 e 80 era muito diferente, principalmente em relação ao dinheiro:

Como atleta do Coritiba, Jairo detém o recorde de jogador que mais vezes entrou em campo com a camisa alviverde – foram 410 jogos oficiais pelo clube. Em 1972, o “Pantera Negra” estabeleceu o recorde nacional de minutos sem sofrer gols: 905. Essa marca seria quebrada por ele mesmo, em 1978. Defendendo o Corinthians, Jairo permaneceu 1.132 minutos sem ser vazado, com quase quatro meses de invencibilidade.

As doações para a campanha Defenda o Jairo podem ser feitas pelo siteVakinha. A família também recebe depósitos por uma conta da Caixa Econômica criada especificamente para a arrecadação: agência 0581, operação 013, conta 00004157-4.

Reportagem: Angelo Sfair

(Foto: reprodução/ Facebook)