Caso de menino supostamente espancado em bar será acompanhado pela OAB e Comissão de Direitos Humanos

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e a Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná vão acompanhar o caso do jovem de 18 anos que teria sido espancado por seguranças do James Bar, no dia 6 de maio. Guilherme Carvalho teve a perna amputada no sábado. Um inquérito já foi instaurado para apurar o caso. Nesta semana, a polícia vai começar a ouvir as testemunhas. A versão divulgada pelo advogado do bar é de que rapaz caiu sozinho, enquanto corria. Já a família do jovem afirma que ele foi agredido pelos seguranças porque não tinha dinheiro para pagar toda a conta do bar. Parentes e amigos do jovem organizam pelo facebook uma passeata na quarta-feira. O protesto será às nove horas da noite, na esquina da Rua Vicente Machado com a Coronel Dulcídio, no bairro Batel, próximo ao local onde ocorreu a confusão.

Band News Curitiba - 96,3 FM

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Apesar do crescimento de 37% nas vendas para o exterior, em comparação com fevereiro de

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Curitiba registrou mais 471 novos casos e quatro mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (10). Um