Celulose é o terceiro produto mais exportado pelo Paraná

Foto: Ivan Bueno/Arquivo APPA

A celulose assumiu o inédito terceiro lugar na pauta de exportações do Paraná, com alta de 67,9% no primeiro bimestre deste ano. Conforme o Ministério da Economia, foram negociados 177 milhões e 700 mil dólares do produto nos dois primeiros meses do ano, contra 105 milhões e 800 mil dólares em igual período de 2018, quando era o quinto mais exportado pelo Estado.

Segundo o diretor de Pesquisa do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Julio Suzuki, neste início de ano, as exportações de celulose só ficam atrás de soja em grão e carne de frango.

De acordo com o diretor do Ipardes, o crescimento do segmento de celulose no Paraná demonstra o avanço do processo de adição de valor à produção primária da indústria de base florestal.

Em apenas dois meses, o Estado já exportou quase 25% do total de celulose vendido para outros países em 2018 inteiro: 716 milhões e 300 mil dólares. Há quatro anos, as vendas externas do produto eram inexpressivas. As exportações de celulose no primeiro bimestre de 2019 são 85 vezes maiores que as registradas no ano inteiro de 2015.

De 2016 para 2019, a celulose passou de sétimo para quinto item mais exportado pelo terminal portuário. Paranaguá é o quarto porto brasileiro em volume de exportações do produto, que tem como principal destino a China. 

Reportagem: Kelly Frizzo

Foto: Ivan Bueno/Arquivo APPA