ParanáGeral

CNJ suspende plantões do TJPR com salários acima do teto

Salários dos juízes poderia chegar a 50 mil, aumento de 1/3

 CNJ suspende plantões do TJPR com salários acima do teto

Foto: TJPR

O Conselho Nacional de Justiça suspendeu a criação de plantões no Tribunal de Justiça do Paraná que permitiria aos juízes ganhar até 50 mil reais por mês.  O valor é cerca de 30% maior do que a remuneração atualmente pagas aos juízes, que fica entre R$ 28,5 mil a R$ 35,4 mil por mês. O valor também é acima do teto dos magistrados que hoje é de 39 mil e 200 reais porque os valores recebidos em plantões seriam pagos como verbas indenizatórias.

Segundo a regra, aprovada em decisão unânime pelo Órgão Especial do TJ no início do mês, os plantões seriam para atender demandas urgentes de processos já sob tutela do juiz, como por exemplo pedidos de soltura e medidas protetivas de vítimas de violência doméstica. O Tribunal deveria pagar de R$ 1.068 a R$ 1.428 por plantão, com pagamento máximo de 10 plantões mensais. O impacto estimado pelo órgão era de R$ 6,9 milhões por mês. Os plantões também poderiam ser compensados em forma de folgas, preferencialmente, segundo a regra, no limite de 12 por mês.

Segundo a ministra do CNJ que determinou a suspensão,  ministra Maria Thereza de Assis Moura, a regra poderia trazer plantões constantes aumentando em ⅓ a remuneração recebida pelos magistrados com 20 dias de folgas por ano ou, alternativamente folgas em nível insustentável. Pela decisão da ministra, descontando-se os dois meses de férias padrão dos magistrados, e considerando-se o limite máximo, cada magistrado paranaense poderia ter até 120 dias de folgas anuais. Segundo ela, “nenhum serviço, público ou privado, se sustenta sem prejuízo com afastamentos regulares desta magnitude”, pontuou a ministra.

A Justiça do Paraná foi intimada pela decisão a prestar informações e disse, em nota, que vai atender ao pedido do CNJ e aguardar a decisão final que deve ser tomada pelo plenário do Conselho Nacional. Com isso, o Ministério Público do Paraná que tinha seguido o TJ e também editado uma resolução que permitia a promotores e procuradores a realização de plantões suspendeu os efeitos do ato normativo. A medida do MP custaria aos cofres públicos quase R$ 130 milhões no ano que vem.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Banco é acusado da criação de empréstimos não autorizados

Foram mais de 100 idosos vítimas da instituição, segundo Nudecon

As mulheres são maioria no eleitorado do Paraná

As mulheres são maioria no eleitorado do Paraná

A maior parte das votantes no Estado tem entre 25 e 29 anos

Paraná é o mais ágil para novos empreendedores no Sul

Paraná é o mais ágil para novos empreendedores no Sul

Os paranaenses levam em média 19 horas para abrir uma empresa no estado

Empresa oferece vagas de emprego para pessoas com deficiência

Empresa oferece vagas de emprego para pessoas com deficiência

As vagas são nas cidades de Londrina, Maringá e Rio Branco do Sul