Começa a tomar forma a primeira fazenda urbana de Curitiba

(Foto: Daniel Castellano / SMCS)

Começou nesta segunda (29) o plantio de mudas da primeira fazenda urbana de Curitiba. O terreno fica no bairro do Cajuru, e vai ser a primeira experiência do tipo no país. No local, foram plantadas mudas de hortaliças como alface, rúcula e couve. Elas devem ser colhidas até setembro e vão ser doadas para entidades sociais.

Mas o principal objetivo do espaço, que será inaugurado oficialmente em fevereiro de 2020, é aproximar a cidade do campo, e inspirar outras pessoas a cultivar o próprio alimento dentro da cidade, segundo explica José Carlos Koneski, diretor do departamento da Operação Agroalimentar de Curitiba.

Até o ano que vem, uma cozinha-escola será instalada no local para ofertar cursos sobre o aproveitamento dos alimentos. Além das hortaliças, a fazenda vai ter mudas de pancs, as plantas alimentícias não-convencionais, jardins de mel e criação de pequenos animais, como galinhas e coelhos. Parte dos produtos será plantada em telhas, garrafas pets e outros canteiros alternativos.

A água a ser usada no local vai ser recolhida da chuva, e também serão instalados painéis fotovoltaicos, para uso da energia solar, e biodigestores. Segundo Koneski, o terreno de quatro mil metros quadrados também propõe uma solução urbana para a cidade, que transforma espaços degradados.

Os primeiros cursos da Fazenda Urbana serão ofertados em fevereiro do ano que vem. Para quem quiser dar uma espiadinha na plantação, o terreno fica ao lado do Mercado Regional do Cajuru, na avenida Prefeito Maurício Fruet, número 1880.

Reportagem: Estelita Carazzai