PolíticaGeral

Coronel Marinho deixa Sesp dias após ataque a Guarapuava

Wagner Mesquita, que estava na direção-geral do Detran-PR, passa a comandar a pasta

 Coronel Marinho deixa Sesp dias após ataque a Guarapuava

Foto: divulgação/SESP

Pouco mais de uma semana depois do ataque à Guarapuava, o coronel Romulo Marinho Soares deixou a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp). Wagner Mesquita, que estava na direção-geral do Detran-PR, passa a comandar a pasta. O governo justificou que a troca faz parte da sequência de mudanças no Secretariado, que iniciaram neste mês, porém, coincide com os efeitos pós tentativa de assalto a transportadora de valores. Apesar da quadrilha não ter conseguido roubar a empresa, deixou um rastro de destruição em Guarapuava e permanece em fuga. Forças de segurança do estado tem sido alvos de críticas, até de membros das corporações, pela atuação no combate aos criminosos. Mesquita destaca os desafios da nova gestão.

Coronel Marinho assumiu a Sesp em 30 de maio de 2019. Na época, o militar do exército ocupou a vaga do general Luiz Felipe Kraemer Carbonell, que assumiu a coordenação da Itaipu Binacional. O agora ex-secretário tem mestrado em Ciências Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (1994), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002).

Na outra ponta, Wagner Mesquita, Delegado da Polícia Federal, assume a chefia da Segurança pela segunda vez. Ele já trabalhou na Diretoria de Operações da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública e possui mais de 30 anos de experiência na área de segurança pública.

Conforme o governo, Mesquita assume as funções nesta semana. O novo diretor-geral do Detran-PR será Adriano Furtado, ex-diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal e ex-superintendente da PRF no Paraná. Ele era diretor de Operações do Detran.

Reportagem: Leonardo Gomes.

felipe.costa

Eleições 2022: em Brasília, Ratinho defende reeleição de Bolsonaro

Eleições 2022: em Brasília, Ratinho defende reeleição de Bolsonaro

Governador afirma que mais de 70% dos prefeitos do Paraná vão apoiar Bolsonaro

TSE promete medidas para evitar filas no 2º turno

TSE promete medidas para evitar filas no 2º turno

Filas foram registradas em todo o país neste domingo (02)

Dallagnol declara apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno

Dallagnol declara apoio a Jair Bolsonaro no segundo turno

Assim como ele, o ex-juiz Sérgio Moro também se manifestou a favor de Bolsonaro