NacionalGeral

Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

O governo federal remanejou 7,2% do orçamento do Ensino Superior para outros gastos

 Cortes do MEC colocam universidades e institutos federais em risco

Foto: reprodução/Google Street View

Com os novos cortes orçamentários anunciados pelo MEC, Instituições Federais de Ensino Superior relatam dificuldades para arcar com custos básicos, como água, energia e segurança. Além dos bloqueios e congelamentos de recursos, os remanejamentos recentes promovidos pelo governo federal retiraram 7,2% do orçamento. Isso significa que universidades e instituto federais de Ensino Superior trabalham, atualmente, com um orçamento 15% menor do que o de 2019 – último ano antes da pandemia. Considerando os efeitos da inflação, isso representa uma queda de 30%.

Na maior universidade pública do estado, a UFPR (Universidade Federal do Paraná), o remanejamento representa algo em torno de 12 milhões de reais a menos no orçamento. O reitor Ricardo Marcelo Fonseca explica que eram recursos já aprovados na lei orçamentária, e por isso as instituições contavam com eles para arcar com os custos:

O corte mais recente aconteceu na última sexta-feira (24), quando o governo federal retirou R$ 600 milhões da educação para financiar produtores rurais, por meio do Proagro, o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária. Vice-presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Ricardo Marcelo Fonseca afirma que a sucessão de eventos não deixa esperanças de que esses cortes possam ser revertidos.

Segundo ele, será um desafio para todas as instituições federais:

A Andifes tem mobilizado reitores e parlamentares para denunciar a gravidade do cenário. Os cortes orçamentários têm impactado a gestão do Ensino Superior há vários anos. A associação destaca que, nos últimos 12 anos, o orçamento discricionário reduziu quase 65%, passando de R$ 15 bilhões, em 2015, para R$ 5,5 milhões neste ano. Ou seja, além da preocupação com as despesas obrigatórias, há um impacto nos investimentos em infraestrutura e pesquisas.

Reportagem: Angelo Sfair.

felipe.costa

Fugir do frio com segurança requer uma série de cuidados

Fugir do frio com segurança requer uma série de cuidados

Corpo de Bombeiros orienta para instalação correta de equipamentos que esquentam