Curitiba é a primeira cidade do País a inaugurar um museu egípcio sobre a história do Faraó Tutankhamon

(Foto: divulgação)

Curitiba vai ter o primeiro museu egípcio do Brasil sobre a história do faraó Tutankhamon. Chamado de “O Rei Menino de Ouro”, o museu nasce de uma parceria entre o maior complexo egípcio do país – a Ordem Rosacruz – com o arqueólogo egípcio e cientista Zahi Hawass.

Mais de 70 réplicas fiéis às peças encontradas na tumba do faraó em 1922 estarão expostas no museu. De acordo com a Supervisora Cultural da Ordem Rosacruz em Curitiba, Vivian Tedardi, a exposição conta a história da vida, poder, morte e sepultamento do faraó.

Ainda que o acervo seja composto por réplicas, o museu é único no Brasil. Segundo Vivian, o espaço é uma ótima opção para conhecer de perto os objetos egípcios sem sair do país.

No dia 6 de setembro, o arqueólogo egípcio e cientista Zahi Hawass –que desenvolveu esse projeto em parceria com a Ordem Rosacruz – vai dar uma palestra sobre a vida de Tutankhamon a partir das 19 horas. Os ingressos para participar da palestra custam R$200.

O evento acontece no Museu “O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon” que é inaugurado no dia 7 de setembro às 10h30. O espaço fica na frente do Museu Egípcio e Rosacruz na Rua Nicarágua, 2620.

(Foto: divulgação)
(Foto: divulgação)
(Foto: divulgação)