Curitiba está entre as principais capitais brasileiras com maior número de fumantes

(Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)

Curitiba é a capital brasileira com maior número de homens fumantes, com quase 18%. Os dados são do Ministério da Saúde que mostra que 14% da população Curitibana tem o hábito de fumar, o que representa mais de 265 mil pessoas. O número aponta que mais de 225 mil homens fumam.

De acordo com o Ministério da Saúde, o tabaco pode causar mais de cinquenta doenças. Segundo o médico-pneumologista Jonatas Reichert, os sistemas mais afetados são: o respiratório e o cardiovascular.

o Curitibano Rodrigo Floriano parou de fumar a dois anos, Com apenas 23 anos de idade Rodrigo já sentia falta de ar e fadiga.

De acordo com a Associação de Psiquiatria Americana (APA) o tabagismo causa: abstinência, irritabilidade, inquietude, insônia, falta de concentração, alteração do humor, queda da frequência cardíaca, dentre outros sintomas.  De acordo com o caminhoneiro Adelino Antônio, estes sintomas eram constantes duram os trinta e cinco anos como fumante.

No caso das mulheres, Curitiba ficou em segundo lugar. Quase 11% dos fumantes curitibanos são do sexo feminino, o equivalente a mais de 45 mil mulheres. É o caso da doméstica Michele de Souza que fumou 15 anos e parou há 7 anos, quando engravidou da filha.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, um a cada quatro homens é fumante, para o sexo feminino esse número é de uma a cada 20 mulheres. De acordo com o coordenador estadual da Saúde do Homem, Rubens Bendlin, estes números mostram que as taxas de mortalidade masculinas são maiores do que as femininas.

Segundo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto o Programa de Controle do Tabagismo, fundado há 38 anos, oferece serviços com o objetivo de reduzir o número de fumante no Estado.

O cidadão que deseja parar de fumar pode buscar ajuda em Unidades de Saúde e receber tratamento gratuito pelo SUS. O serviço é oferecido em 20 Regionais de Saúde do Paraná.