Curitiba fica fora das cidades que vão receber jogos da Copa América 2019

(Foto: reprodução/Facebook- Clube Atlético Paranaense)

Curitiba ficou de fora da Copa América de 2019, que será disputada no Brasil. A CBF confirmou ontem (18) os seis estádios que vão receber jogos da competição. Curitiba tem a Arena da Baixada, estádio do Atlético, que atende aos padrões da FIFA e foi uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 – recebeu quatro jogos – mas mesmo assim não foi escolhida.

Os estádios do Morumbi e Allianz Parque, em São Paulo; Maracanã, no Rio de Janeiro; Arena Grêmio, em Porto Alegre; Fonte Nova, em Salvador; e Mineirão, em Belo Horizonte, serão as sedes da Copa América.

Os presidentes da Federação Paranaense de Futebol, do Atlético Paranaense e outros envolvidos não quiseram comentar o assunto.

Nos bastidores, o comentário é de que relações políticas do futebol impediram que Curitiba fosse sede. O jornalista esportivo Lycio Veloso Ribas não concorda com a tese. Ele analisa que a escolha foi normal.

Conforme levantamento do jornal Bem Paraná, a capital paranaense também foi ignorada mesmo tendo uma boa localização em termos logísticos para o torneio. Segundo a Confederação Sul-Americana de Futebol, a Conmebol, a ideia era encurtar os trajetos de viagens, de modo que nenhuma viagem entre as sedes durasse mais de três horas.

Lycio Ribas ressalta que as instituições paranaenses envolvidas também não entraram na disputa com a força necessária.

O Maracanã foi aprovado para receber a final. Os cariocas querem realizar mais uma partida do evento para evitar não sediar um jogo da seleção, como aconteceu na Copa de 2014, quando o Brasil foi eliminado na semifinal.

As partidas das semifinais da Copa América 2019 serão disputadas em Porto Alegre e em Belo Horizonte. A competição será disputada por 12 seleções. Além das dez equipes do continente, o Japão e o Qatar, que vai sediar a próxima Copa do Mundo, vão participar como convidados.

Reportagem: Narley Resende

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*