Curitiba recebe ato “Mulheres contra Bolsonaro”

(Foto: Alexandra Fernandes/ BandNews Curitiba)

O grito dá nome a manifestação: #ELENÃO. Curitiba foi uma das cidades que recebeu o ato “Mulheres Contra Bolsonaro”. A manifestação contra o candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) foi convocada em um grupo do Facebook que tem mais de 4 milhões de mulheres em todo o país. Na capital paranaense a concentração foi na Boca Maldita, no centro, e seguiu em uma passeata até a Praça Santos Andrade, na frente da Universidade Federal do Paraná. O movimento começou com mulheres, mas a marcha reuniu um público diversificado.

Muitas famílias foram demonstrar repúdio a Bolsonaro. Uma delas foi a da analista de comunicação, Luisa Zarnoti, que trouxe a filha de apenas 5 meses. Segundo Luisa a participação é pensando em um futuro melhor para a filha.

Quem veio para a rua também foi a corretora de seguros Marisa Prado. Ela tem 65 anos e sempre participa de manifestações. De acordo com a corretora, esta é uma forma democrática de dizer o que ela quer para o futuro do país.

O movimento nas redes sociais iniciou em setembro, por eleitoras críticas ao candidato. O grupo se diz suprapartidário e afirma que não representa nenhum candidato à presidência.

De acordo com uma das organizadoras do evento, Sabrina Lemos, a manifestação acontece a uma semana das eleições para mostrar um posicionamento pelo respeito e diálogo na política.

Os atos aconteceram em 26 estados e no Distrito Federal, e até no exterior. De acordo com a Polícia Militar não foram registradas ocorrências durante a manifestação. A PM estimou um público de 5 mil pessoas. Já a organização do evento diz que cerca de 10 mil participaram.

Reportagem: Alexandra Fernandes

(Foto: Alexandra Fernandes/ BandNews Curitiba)

(Foto: Alexandra Fernandes/ BandNews Curitiba)

(Foto: Alexandra Fernandes/ BandNews Curitiba)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*