Curitiba recebe exposição com obras de gravura de prêmio nacional

(Foto: divulgação)

20 artistas de todo o Brasil participam de uma exposição no Solar do Barão, em Curitiba. Eles foram classificados no 9º Prêmio Ibema Gravura, que fomenta a arte manual centenária. A arte vencedora é da estudante Nayana Camurça de Lima, da Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais.

Segundo a coordenadora do Prêmio, Lilian Queiroz, a proposta é ampliar o acesso à arte e atrair o público em geral para esse estilo de expressão artística.

Com o tema “A arte transformando o mundo”, a Edição de 2019 teve 85 obras inscritas de diversas regiões do país. Do primeiro ao décimo lugar, os selecionados dividem um valor total de R$ 13 mil. Do 11º ao 20º lugar, os autores recebem menção honrosa. As obras estão expostas no Museu da Gravura Cidade de Curitiba, que fica no Solar do Barão.

É possível conferir a exposição até janeiro de 2020. A entrada é de graça e a visitação é aberta de terça a sexta das 9h ao meio-dia e das 13h às 18h. Sábados, domingos e feriados o local é aberto do meio-dia até as 18 horas.

Reportagem: Ana Flavia Silva

(Foto: divulgação)
(Foto: divulgação)