Curso busca incentivar turismo náutico no litoral

(Foto: Kelly Frizzo/BandNews Curitiba)

Paranaguá possui uma das mais belas baías do Brasil, recortada por rios e com cerca de 30 ilhas espalhadas pela sua extensão. Apesar disso, o turismo náutico ainda é um setor que carece de desenvolvimento e apoio.

Em busca de incentivo para essa modalidade de turismo, órgãos públicos e a iniciativa privada se uniram e vão promover um curso para habilitar profissionais para atuar nesse setor. A última vez que um curso dessa modalidade foi realizado foi há 10 anos, ou seja, em 2008.

O curso é promovido pelo Terminal de Contêineres de Paranaguá — TCP, em parceria com a secretaria municipal de cultura e turismo, Universidade Estadual do Paraná (Câmpus Paranaguá) e Capitania dos Portos do Paraná.

Flávia Crozeta, analista ambiental do TCP explicou que o objetivo do curso é melhorar o atendimento ao turista em Paranaguá e na região do Litoral.

As inscrições estão abertas com 30 vagas disponíveis para quem já trabalha com turismo náutico e possui embarcações para transporte de passageiros, inscrita em alguma das associações existentes, como Associação de barqueiros do litoral norte do Paraná (ABALINE), Associação dos Proprietários de Barcos de Turismo e Transporte do Estado do Paraná (BARCOPAR) e Cooperativa dos Transportadores Náuticos Autônomos da Ilha do Mel (Cotranauta)

Segundo o secretário municipal de cultura e turismo, Harrison Camargo, o curso busca capacitar os barqueiros e aprimorar a atividade turística na cidade.

O curso terá início no dia 25 de setembro, com aulas todas as terças-feiras, no Palácio Mathias Bohn (BOM), no centro histórico, das seis da tarde às nove horas da noite.

Para fazer a inscrição, basta ir até à sede da Secretaria de Cultura de Turismo, situada na Avenida Arthur de Abreu, 44, em horário comercial e apresentar RG, CPF e carteira de habilitação náutica. As inscrições são gratuitas e seguem abertas até o dia 20 de setembro, próxima quinta-feira.

Reportagem: Kelly Frizzo

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*