PolíticaEleições

Dança das cadeiras: PP recebe novos filiados

Partido Progressistas recebeu novos filiados no fim de semana

 Dança das cadeiras: PP recebe novos filiados

Novos filiados do PP entram para o partido neste sábado (12). Foto: reprodução.

Aproveitando o período de janela partidária, o Partido Progressistas recebeu novos filiados neste sábado (12). O partido passa a contar com os deputados federais Christiane Yared, que deixa o PL, Pedro Lupion, que sai do União Brasil, e Evandro Roman, que sai do Patriota. Também entram para o Progressistas os deputados estaduais Guto Silva, que deixa o PSD, e Tião Medeiros, que fez a troca do PTB. Além dos parlamentares já eleitos, o partido também recebe os atletas Gisele Miró e Wanderlei Silva, a liderança bolsonarista, Keyla Ávila e o presidente da Fetranspar, Coronel Malucelli, que comentou a escolha pela sigla.

Com a mudança, o PP aumenta a representação na Câmara, saindo de dois para cinco deputados federais, e na Assembleia Legislativa com cinco parlamentares progressistas. A presidente regional do partido, deputada Maria Victoria, comemorou as novas filiações e reforçou o alinhamento da sigla com os Executivos estadual e federal.

Entre os presentes no evento de filiação estiveram o ministro-chefe da Casa Civil, senador Ciro Nogueira, que também é presidente nacional do PP; do líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros; do líder do PP na Câmara, deputado André Fufuca; e o governador Ratinho Jr (PSD) que disse estar ainda indefinida qualquer tipo de aliança com os progressistas ou outro partido para as eleições. Na disputa pelo Planalto, a indefinição é a mesma.

As filiações ocorrem graças a janela partidária, aberta em todo ano eleitoral, com início seis meses antes da data do pleito. Um parlamentar que trocar de partido fora desse período, sem apresentar à Justiça Eleitoral uma justa causa, corre o risco de perder o mandato. Isso porque a Justiça Eleitoral entende que os mandatos de deputados federais, estaduais e distritais pertencem aos partidos, não ao eleito. As trocas devem ser comunicadas oficialmente até 1º de abril. A partir de 2 de abril, quem ainda não estiver filiado a um partido não pode ser candidato nas eleições de 2022.

Outra figura do cenário político nacional que marcou presença no evento foi o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. O político reforçou a importância do fortalecimento partidário e ao ser questionado sobre a nova alta nos preços dos combustíveis, voltou a reforçar a necessidade de medidas práticas para minimizar os impactos da crise global.

Na última quinta-feira (10) e sexta-feira (11), os deputados e senadores aprovaram o projeto que altera a regra de incidência do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) sobre os combustíveis estabelecendo  a incidência por uma única vez do ICMS sobre os produtos, inclusive importados, com base em uma alíquota fixa por volume comercializado e única em todo o País.

Por Ana Flavia Silva e Leonardo Gomes

ana.flavia

Eduardo Pimentel assume interinamente a prefeitura de Curitiba

Eduardo Pimentel assume interinamente a prefeitura de Curitiba

Greca terá uma agenda de encontros com autoridades portuguesas

Deputados estaduais tomam posse nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa

Deputados estaduais tomam posse nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa

Dos 54 parlamentares, 30 foram reeleitos, três conquistaram vaga na Câmara dos Deputados, em Brasília

Em Brasília, Paraná defende criação de Fundo Constitucional do Sul

Em Brasília, Paraná defende criação de Fundo Constitucional do Sul

Foram entregues, ao governo federal, quatro ofícios com demandas nas áreas de infraestrutura e economia

Enio Verri assume direção-geral de Itaipu Binacional

Enio Verri assume direção-geral de Itaipu Binacional

O economista que assume a hidrelétrica acumula uma bagagem de duas décadas de vida pública