ParanáEconomia

De olho na copa, produção de bebidas cresce no Paraná

Setor se destacou em meio a queda geral, de 1,5%, da indústria

 De olho na copa, produção de bebidas cresce no Paraná

Foto: divulgação/Secretaria da Fazenda – Arquivo

Em meio a queda de 1,5% no desempenho da indústria, a produção de bebidas foi a que mais cresceu no Paraná, em agosto – último mês avaliado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o levantamento, a indústria de bebidas apresentou alta de 0,86% na comparação de agosto com julho. O setor faz parte do grupo dos seis segmentos com crescimento no levantamento: bebidas (+0,86%); petróleo (+0,24%); papel e celulose (+0,21%); automotivo (+0,07%); máquinas e equipamentos (+0,06%) e borracha e material plástico (+0,04%).

Veja também:

Para o economista Marcelo Alves, da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), o crescimento do setor de bebidas pode estar atrelado à retomada da atividade em bares, restaurantes e similares, além da aposta deste segmento para a Copa do Mundo.

Apesar das altas em alguns segmentos, a maior parte da indústria paranaense apresentou desempenho abaixo do esperado e puxou a desaceleração em agosto. As que enfrentam maior dificuldade foram produtos de madeira (-0,77%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos (-0,51%), alimentos (-0,46%), móveis (-0,31%) e minerais não-metálicos (-0,25%).

No geral, a produção da Indústria do Paraná recuou 1,5% em agosto, na comparação com julho. Segundo o IBGE, o resultado foi pior do que a média nacional, de 0,6% no período.

Em 12 meses, Indústria do Paraná registra alta de 0,9%, mas vê a margem positiva encolher. Na comparação entre agosto de 2022 e o mesmo mês do ano passado, o recuo foi de 2,2%.

Segundo o economista, vários fatores explicam a desaceleração da produção nas indústrias e a tendência de queda. Entre eles, a alta de juros e as dificuldades no consumo de produtos de maior valor agregado.

Conforme a pesquisa, segmentos da indústria que não produzem itens de consumo imediato são mais afetados, uma vez que o consumidor adia a compra e prioriza o essencial, como alimentos e itens básicos de higiene e limpeza.

Reportagem: Leonardo Gomes.

felipe.costa

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

MP diz que crime contra menina de 14 anos teria sido cometido dentro da sala

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

Duas carretas se envolveram em uma colisão frontal. Os motoristas não resistiram

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

O ano passado atingiu a marca de 22 bilhões de dólares comercializados

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

Acidente foi registrado entre Araucária e Contenda, depois do posto da PRF