ParanáGeral

Déficit carcerário em Londrina é o mais crítico do estado

Regional está com um déficit de mais de duas mil vagas

 Déficit carcerário em Londrina é o mais crítico do estado

Foto: Pixabay

A regional de Londrina lidera o ranking de superlotação carcerária no estado. Os dados, do Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen), apontam que a regional está com um déficit de mais de duas mil vagas.

Atualmente são 6.607 detentos para 4,5 mil vagas. Na região de Londrina são 24 unidades prisionais distribuídas em 18 cidades. De acordo com o Deppen essa região recebe presos de 80 cidades e é considerada a mais populosa do estado. 

Mas essa não é a única área com problemas de superlotação. De nove regionais do Deppen no Paraná, apenas a de Foz do Iguaçu está com o número de detentos abaixo do número de vagas oferecidas. Todas as demais atuam acima da capacidade.

Veja mais:

As situações mais críticas, além de Londrina, são verificadas nas regionais de Maringá, com déficit de 897 vagas e de Guarapuava, que registra um déficit de 824 vagas. Em todo o estado são 39 penitenciárias e 82 cadeias públicas administradas pelo departamento.

Em nota o Deppen informa que além da construção de uma penitenciária em Ribeirão do Pinhal, estão sendo tomadas outras medidas para resolver o problema de superlotação na regional de Londrina. O departamento ressalta que tem conversado com as prefeituras com o intuito de conseguir melhores espaços e terrenos para a construção de novas Unidades.

Para este ano está prevista a entrega de uma nova Cadeia na cidade de Arapongas. Também será entregue no próximo mês uma obra de reforma na Cadeia Pública de Ivaiporã. E de acordo com o Deppen há avanços nas negociações para a construção de uma nova Unidade na região do Vale do Ivaí, que também faz parte da administração da Regional de Londrina.

Reportagem por Lorena Pelanda

jully.mendes

Tragédia na 376: MPF apura ‘eventual responsabilidade’ da PRF

Tragédia na 376: MPF apura ‘eventual responsabilidade’ da PRF

A Arteris, que administra a rodovia, também foi acionada para dar informações

470 pessoas permanecem desabrigadas no litoral paranaense

470 pessoas permanecem desabrigadas no litoral paranaense

Volume de chuva começa a diminuir em Morretes. Paraná tem alerta laranja para temporais

Buscas por vítimas do deslizamento de terra na BR-376 avançam

Buscas por vítimas do deslizamento de terra na BR-376 avançam

Volume de terra que ainda resta para ser removido é cerca de 5 mil m³

DER-PR alerta sobre limite de peso no ferry boat

DER-PR alerta sobre limite de peso no ferry boat

Ultrapassar esse limite pode danificar atracadouros e colocar em risco os usuários