ParanáCidades

Depoimento de Jorge Guaranho é adiado por falta de laudo

Em dois dias 16 testemunhas foram ouvidas, dez de defesa e seis de acusação

 Depoimento de Jorge Guaranho é adiado por falta de laudo

Foto: Reprodução/Redes sociais

O depoimento do policial penal federal, Jorge Guaranho, é adiado a pedido da defesa do réu. O motivo seria um laudo, que traz detalhes sobre a cena do crime, não ter sido anexado ao processo. Jorge Guaranho está preso no Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e seria ouvido pela justiça, por videoconferência, na audiência de instrução do processo que teve início na tarde de ontem (14). Em dois dias 16 testemunhas foram ouvidas, dez de defesa e seis de acusação.

Todos prestaram depoimento presencialmente, no Fórum de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Jorge Guaranho responde pela morte do Guarda Municipal, Marcelo Arruda. Ele foi morto quando comemorava o aniversário de 50 anos em uma festa que tinha como tema o ex-presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores. O crime foi em 9 de julho em Foz do Iguaçu. O policial penal Jorge Guaranho teria sido informado da festa por um conhecido. Ele foi até o local provocar o aniversariante e os convidados. Houve uma discussão, ele foi embora e depois retornou armado e atirou contra Arruda.

O guarda chegou a reagir e balear Guaranho, mas não resistiu aos ferimentos. Ao final da fase de instrução, a Justiça do Paraná deve decidir se o réu vai, ou não, a júri popular. As audiências são fechadas e de acordo com a legislação, após o fim dos depoimentos, é aberto um prazo para que o Ministério Público faça as alegações finais. Depois é a vez da defesa se pronunciar. Guaranho será ouvido no dia 28 de setembro, às 13h30.

mariane.abreu

Renegociação com Paraguai será o maior desafio de Itaipu

Renegociação com Paraguai será o maior desafio de Itaipu

Enio Verri, novo diretor-geral da Hidrelétrica destaca Anexo C como maior desafio

BR-277: Fila aumenta viagem em 1h00 no sentido Curitiba

BR-277: Fila aumenta viagem em 1h00 no sentido Curitiba

Em Morretes, permanece a interdição parcial no quilômetro 42

BR-376: 7 quilômetros de fila em Guaratuba, no sentido Curitiba

BR-376: 7 quilômetros de fila em Guaratuba, no sentido Curitiba

Fila permanecia no trecho da Serra do Mar, no quilômetro 668

Ilha do Mel tem novo trecho liberado para banho

Ilha do Mel tem novo trecho liberado para banho

O ponto foi considerado apto aos banhistas e esportistas, conforme boletim de balneabilidade do IAT