Dirceu Krüger morre aos 74 anos

Foto: divulgação/ Coritiba Foot Ball Club)

Morreu hoje (25), aos 74 anos, o ex-jogador Dirceu Krüger. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Coritiba. Ainda não há informações sobre o velório, nem sobre as causas da morte. O ‘Flecha Loira’ é o maior ídolo do Coxa e um dos atletas mais importantes da história do esporte paranaense.

Krüger defendeu as cores alviverdes por mais de meio século. Como jogador, atuou entre os anos 60 e 70; participou da maior parte dos títulos do histórico Hexacampeonato Paranaense; levantou, em 1973, a taça do Torneio do Povo.

Em campo, quase deu a vida em campo defendendo a camisa coxa-branca. Isso aconteceu em 1970, no dia em que completava 25 anos: Krüger dividiu violentamente com um goleiro e, com o choque, rompeu as alças do intestino. O craque passou 70 dias internado e chegou a receber – por duas vezes – a extrema unção.

Recuperado, ele jogou até 1976. Mesmo depois de pendurar as chuteiras, o ‘Flecha Loira’ nunca deixou de trabalhar pelo Coritiba. Foi treinador, dirigente e assumiu as mais variadas funções no departamento de futebol. Krüger dedicou quase 54 anos de sua vida ao clube.

Em 2016, por iniciativa da torcida coxa-branca, uma estátua em sua homenagem foi colocada em frente ao Estádio Couto Pereira. Neste ano, Dirceu Krüger deu nome à taça do segundo turno do Campeonato Paranaense.

Reportagem: Angelo Sfair