COLUNAS

Colunistas // Mirian Gasparin

São 18,5 milhões de empreendedores neste setor que corresponde por 99% dos empreendimentos no Brasil

 Empreendedores comemoram o Dia da Micro e Pequena Empresa

Foto: Gilson Abreu/ANPr – Arquivo

Hoje é Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, também conhecido como o Dia do Empreendedor. A data vem sendo comemorada desde 1999, quando foi criado o Estatuto da Micro e Pequena Empresa, que instituiu um tratamento diferenciado aos estabelecimentos de menor porte, bem como processos menos burocráticos nas áreas de tributação, legislação trabalhista, previdenciária e subsídios para o desenvolvimento econômico.

E nestes 23 anos de estatuto, os micros e pequenos negócios não param de crescer, respondendo por 30% do PIB do Brasil e por 99% dos empreendimentos, ou seja, 18,5 milhões de negócios, sendo 180 mil só no Paraná, neste caso, incluindo os microempreendedores individuais.

Aliás, a maioria do contingente de negócios é formada por Microempreendedores Individuais (MEI), profissionais que decidiram apostar no empreendedorismo, faturando até R$ 81 mil por ano e que hoje já são mais de 11 milhões espalhados por todo o país. Já as microempresas são aquelas cujo faturamento não pode ultrapassar R$ 360 mil, enquanto que as empresas de pequeno porte, faturam entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões.

E nestes dois últimos anos marcados pela pandemia, empreender foi uma alternativa para os paranaenses que buscaram uma renda para sobreviver. Nesse sentido, o chamado empreendedorismo por necessidade veio numa escala de crescimento, impactando bastante na abertura de novos negócios.

Eu fiz uma pesquisa e descobri que os setores que hoje mais têm microempresas no Paraná são o comércio varejista de vestuário e acessórios, promoção de vendas, comércio varejista de bebidas e empresas de serviços administrativos.

E outro item importante para reflexão neste dia é a questão do crédito.  Boa parte dos empreendedores precisou buscar mais recursos para seguir com seu negócio. Levantamento do Sebrae mostra que, este ano, até setembro último, o sistema bancário concedeu mais de 390 mil empréstimos.  O crédito é muito importante para os pequenos negócios, pois está mais do que comprovado que as micro e pequenas empresas à medida em que recebem o suporte de políticas públicas eficientes, são capazes de responder imediatamente com a geração de novos empregos, aumento de renda e arrecadação de tributos.

Confira a coluna em áudio:

Mirian Gasparin