ParanáGeral

Empresários suspeitos de sonegar R$1 bi são alvos de operação

Segundo a Polícia Civil, corretores de café simulavam a venda do grão cru dentro do Paraná

 Empresários suspeitos de sonegar R$1 bi são alvos de operação

Foto: Divulgação/PCPR

Um grupo de empresários do ramo de café suspeito de sonegar R$ 1 bilhão em impostos foi alvo de mandados de busca e apreensão no Paraná e no Espírito Santo. Esta é a terceira vez que a organização criminosa é alvo de operação da Polícia Civil, que desta vez cumpriu 15 ordens judiciais.

Segundo a investigação, os empresários teriam emitido milhares de notas fiscais falsas de compra e venda de café em grão cru. Aos cofres do Paraná, o prejuízo supera os R$ 100 milhões, segundo a Receita Federal.

O ESQUEMA

De acordo com a força-tarefa, atacadistas e corretores de café de Londrina e região ‘maquiavam’ a origem do produto em negociações de compra, provocando o não recolhimento imediato do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Produtos). Enquanto nas notas a informação era de que o café tinha sido produzido no Paraná, a mercadoria na verdade tinha origem de Minas Gerais e do Espírito Santo, comercializada por cooperativas e produtores rurais desses estados, sendo as notas fiscais destinadas a empresas de fachada, as chamadas “noteiras”, as quais, por sua vez, emitiam notas fiscais ‘frias’ aos atacadistas paranaenses.

Nas compras irregulares do café em grão cru, os empresários do Paraná se beneficiavam com o crédito de milhões de reais em ICMS de operações interestaduais fraudulentas que nunca foram pagos, segundo a polícia. A investigação descobriu, ainda, que entre janeiro de 2018 a agosto de 2022 o grupo empresarial creditou indevidamente, aproximadamente, R$ 18 milhões em ICMS decorrentes de operações fraudulentas.

Nesta sexta-feira (4), os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Londrina, Porto Rico e Sertanópolis, no Paraná, e Colatina e Guaçuí, no Espírito Santo. 28 policiais e 24 auditores participaram da ação.

Reportagem: Leonardo Gomes com informações da PCPR.

leonardo.gomes

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Ao todo, já foram movimentadas mais de 54 milhões de toneladas em 2022

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Hospital Erasto Gaertner completa 50 anos

Instituição comemora avanços no combate ao câncer

Por dia, 15 mulheres e meninas sofrem estupro no Paraná

Por dia, 15 mulheres e meninas sofrem estupro no Paraná

Dado é do Fórum Brasileiro de Segurança Pública referente ao primeiro semestre de 2022