Escolas e empresas de Curitiba se organizam para assistir aos jogos da seleção feminina

Foto: colaboração/Andressa Vianna

Uma copa de futebol feminino com uma mobilização que nunca se viu no Brasil. Nos últimos anos, os homens perderam a hegemonia nas quadras e campos do país. Cada vez mais mulheres e meninas têm praticado futebol, disputado campeonatos e acompanhado as competições. E isso se reverte no crescimento da torcida pelas jogadoras da seleção brasileira. A convicção de que as mulheres podem estar onde quiserem e devem ser valorizadas da mesma maneira que os homens fez dois grupos de alunas de Curitiba reivindicarem que o colégio onde estudam desse à Copa Feminina o mesmo tratamento dedicado aos jogos masculinos de 2018.

Sofia Trindade Sanches, de 13 anos, do 8.º ano, foi uma das que levaram o pedido à direção do Colégio Santa Maria para que os estudantes fossem liberados a usar camisetas da seleção nos dias de jogos e acompanhar as partidas. As meninas também criaram um perfil na internet.

Sofia sempre jogou futebol informalmente, mas desde o ano passado treina futsal regularmente na escola. Ela associa a prática esportiva à luta das mulheres por direitos.

Um dos grupos de estudantes que procuraram a direção da escola foi de crianças de 10 anos, que estão no 5.º ano. O outro, o das meninas do 8.º. Todas estudam no período da manhã, enquanto os jogos ocorrem à tarde. Segundo o diretor do colégio, professor Everson Caleff Ramos, elas não pediam benefícios em causa própria.

Empresas também começam a dar os primeiros passos no esforço por igualdade de gênero, que simbolicamente tem se manifestado nesta Copa do Mundo. O EBanx, startup curitibana de soluções de pagamentos pela internet, vai parar durante os jogos da seleção feminina. A coordenadora de cultura da empresa, Nayana Rogal, diz que depois de um forte engajamento dos funcionários na Copa Masculina, foi natural repetir as ações para prestigiar a Copa Feminina.

Na startup, quase 500 funcionários de Curitiba e de escritórios em outras cidades do mundo estão convidados a assistir aos jogos da Copa do Mundo da França. O Brasil enfrenta a Austrália pela segunda rodada do grupo C, nesta quinta-feira (13), às 13h no Brasil (18h na França).

Reportagem: Lenise Klenk

Ouça o boletim completo aqui:

Foto: colaboração/Andressa Vianna