Esgrimistas paralímpicos paranaenses ganham sete medalhas em campeonato no Canadá

(Foto: divulgação/Secretaria de Estado do Esporte e Turismo)

Esgrimistas paralímpicos do Paraná conquistaram sete medalhas para o Brasil no Campeonato Regional das Américas, que ocorreu no Canadá. Os atletas são bolsistas do programa Talento Olímpico do Paraná e integram a seleção brasileira de esgrima em cadeira de rodas. A competição é uma das mais importantes na categoria. No mês que vem, os paratletas vão em busca de mais medalhas no Campeonato Brasileiro, que será em São Paulo.

Rodrigo Massaruti foi um dos medalhistas. Ele levou a prata na competição no Canadá. O paranaense é cadeirante há 13 anos e descobriu o esporte logo depois que sofreu um acidente de trânsito, que acarretou na deficiência física. Ele conta que a princípio a atividade era apenas um passatempo que, aos poucos, se tornou a realização de um sonho.

Rodrigo integra a seleção brasileira de esgrima paraolímpica desde 2013. Ele acredita que os jogos da Paraolimpíada do Rio de Janeiro, que ocorreram em 2016, deram mais destaque ao esporte inclusivo no País.

Porém, muitos paratletas ainda encontram dificuldades para sobreviver do esporte, já que faltam patrocinadores.

Além de ganhar a prata na disputa de espadas, Rodrigo Massaruti também trouxe para o Paraná o bronze no sabre, a arma mais leve da esgrima. O Talento Olímpico do Paraná é uma promoção da Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo, com patrocínio exclusivo da Copel.

Reportagem: Ana Flavia Silva

(Foto: Enya Bird Productions /
Página Iwas Wheelchair Fencing)

(Foto: Enya Bird Productions /
Página Iwas Wheelchair Fencing)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*