Estudo do Crea mostra que idosos caminham mais pelas ruas do bairro quando a qualidade da calçada é boa

(Foto: Andressa Katriny/CMC)

Um estudo sobre a acessibilidade de calçadas para idosos em Curitiba mostra que quanto melhor é a qualidade da calçada mais o idoso caminha pelo próprio bairro. O estudo também mostra que a principal reclamação dos idosos é com relação à segurança nos bairros da cidade. Os dados foram apresentados no Fórum de Acessibilidade, promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) nessa segunda-feira.

Participaram do estudo 620 idosos de Curitiba. Segundo o coordenador do Estudo no Brasil, Adriano Akira, o objetivo é aproximar os poderes público e privado para trazer melhorias na acessibilidade da cidade.

Entre os problemas identificados pelos idosos estão o acesso as áreas de lazer da cidade e as opções de lazer que cada bairro oferece aos idosos.

No Fórum também foi apresentado o Manual Prático de Acessibilidade, elaborado no ano passado pela Comissão Temática de Acessibilidade e Equipamentos do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia.

Reportagem: Felipe Harmata

Comments

  1. É deveriam ter dito que deram um tiro na Lua certeiro… Óbvio que quererão punir o cidadão com tudo que as autoridades não tem de direito às ruas são do cidadãos somente este como proprietário tem a capacidade de impor custos pois foi ele que arcou com as despesas, ex: Sanepar não pode cobrar esgotos pois a ela foi concessionária para usar de uma coleta de despejo que a ela somente poderiam cobrar pelo tratamento do esgoto e nunca pelo despejo pois foi oxidação que pagou pelos canos e não a Sanepar … O cidadão paga para elessujarem os mananciais …É assim são os demais serviços …