COLUNAS

Colunistas // Mirian Gasparin

Microempresários estão desanimados com os golpes praticados no mercado digital

 Falta de ética prejudica pequenos negócios na internet

Imagem: Reprodução

Não se pode negar que a internet abriu um grande leque de possibilidades para os empreendedores que querem desenvolver negócios e comercializar produtos. Porém, ao mesmo tempo, também se mostrou um terreno fértil para pessoas mal-intencionadas.

Só para se ter uma ideia, somente no ano passado, mais de 150 milhões de brasileiros foram vítimas de golpes virtuais através de sites e aplicativos falsos. Entre as práticas mais comuns estão a venda de produtos onde a promessa é algo totalmente fora da realidade, ou mesmo depoimentos falsos sobre mercadorias e serviços. E sem contar a compra de produtos que nunca foram entregues ou então receber uma mercadoria muito diferente da que foi comprada no site, que de uma hora para outra simplesmente sumiu.  

Estes golpes não só prejudicam os consumidores, mas as empresas que trabalham dentro da ética. Aliás, várias empresas possuem produtos que realmente têm potencial para agregar valor na vida do consumidor, mas acabam sendo vistos com desconfiança, pelo simples fato de estarem trabalhando pela internet.

Mas na verdade, os golpes no comércio eletrônico só perderão força quando as pessoas realmente se conscientizarem de que não existem fórmulas milagrosas e deixarem de fazer compras por impulso, sem antes pesquisar o produto e a empresa que está vendendo.

Eu conheço alguns microempresários que trabalham com ética, porém estão desanimados ao verem tanta desonestidade rolando no mercado digital. O que se pode dizer é que quem trabalha honestamente jamais deve desanimar e evite comparar os resultados da sua empresa com os dos golpistas. Também é fundamental continuar acreditando no valor que o seu produto ou serviço irá agregar ao seu cliente, e siga firme com o seu projeto. No mercado digital deve-se confiar na lei da semeadura e, no tempo certo, bons resultados contemplarão todo o trabalho desenvolvido com ética.

Saber como aumentar as vendas online passou a ser o novo desafio para os empreendedores que ingressaram mais recentemente no universo dos negócios online e até mesmo para aqueles que já têm uma certa experiência.

Em primeiro lugar o fundamental é ter um bom site de vendas e que seja encontrado com facilidade. Não dá para aumentar as vendas online se as pessoas não encontram o seu negócio ou as soluções que a sua empresa está oferecendo. Para tal é fundamental investir nas páginas de respostas das ferramentas de busca como o Google ou então nas principais redes sociais.

Outros itens fundamentais são monitorar os acessos, buscar qualificação e ter bons produtos e preços atraentes, além é claro de fretes acessíveis.


Confira abaixo o áudio da coluna que foi ao ar hoje (19):

Mirian Gasparin