Família denuncia discriminação contra criança negra em shopping de Curitiba

A Polícia Civil investiga uma denúncia de injúria racial – crime que teria ocorrido em um shopping de Curitiba. O caso foi registrado neste domingo (01), em um estabelecimento com videogames e jogos eletrônicos do Park Shopping Barigui.

Uma menina, de 11 anos e negra, teria sido impedida de entrar na loja. O segurança teria alegado que ela não poderia entrar desacompanhada. No entanto, ao voltar com a mãe, continuou barrada. É o que alega o pai da criança, o médico Jorge Timi.

Este é, pelo menos, o segundo caso sofrido pela mesma família. Em julho, na cafeteria Starbucks, em São Paulo, a criança teria sido confundida com uma pedinte.

O inquérito policial foi aberto e os envolvidos devem prestar depoimento à polícia.

O ParkShoppingBarigüi e a HotZone lamentam o incidente. Os estabelecimentos esclarecem para garantir a segurança de todas as crianças e adolescentes que procuram o parque indoor para diversão, que não é autorizada a entrada de menores sem a companhia dos pais. O ParkShoppingBarigüi e a HotZone não compactuam com qualquer forma de discriminação e preconceito.