NacionalGeral

Geração Z busca estabilidade profissional nas empresas brasileiras

Conforme o IBGE, jovens nascidos entre 1995 e 2010 representam 23% da população brasileira

 Geração Z busca estabilidade profissional nas empresas brasileiras

Foto: ilustrativa

Os jovens considerados da Geração Z estão se destacando por buscarem estabilidade profissional nas empresas. É o que aponta uma pesquisa realizada por uma empresa especializada no mercado de trabalho, a ThoughtExchange. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os jovens nascidos entre 1995 e 2010 representam 23% da população brasileira.

Eles estão em 23 milhões pontos de trabalho atualmente e têm uma relação próxima com os avanços tecnológicos e sustentáveis. Para o consultor de carreira e negócios, Alexandre Weiler, 34% dos jovens da Geração Z pretende ficar 5 anos dentro de uma empresa ou até por tempo indeterminado.

A relação entre a Geração Z e as empresas tem sido analisada por especialistas. Segundo o diretor da empresa Market4u , Sandro Wuicik, as novidades e novos perfis de profissionais assustam muitos gestores e empresários de gerações distintas, mas os jovens também procuram espaço para desenvolver as ideias.

Os especialistas afirmam que uma boa solução para melhorar essa relação é investir em tecnologias como plataformas de gestão que automatizam tarefas diárias para melhorar processos e facilitar o trabalho dos colaboradores. 

Reportagem porLeo Coelho

mariane.abreu

Venda de carne moída terá novas regras em novembro

Venda de carne moída terá novas regras em novembro

Alterações impactam estabelecimentos comerciais, indústrias e produtores

Outubro Rosa: Pacientes tem direito a isenção no IRPF

Outubro Rosa: Pacientes tem direito a isenção no IRPF

Benefício vale para aposentadas e pensionistas e pode ser pedido de forma retroativa

Coleta do Censo é prorrogada até dezembro

Coleta do Censo é prorrogada até dezembro

Cerca de 3 milhões de paranaenses já foram ouvidos

Lei orçamentaria prevê orçamento de R$ 60,5 bilhões para 2023

Lei orçamentaria prevê orçamento de R$ 60,5 bilhões para 2023

O crescimento chega a 10% em relação ao orçamento deste ano