Giro nas Ruas desta segunda é na Rua Fernando de Noronha

Fernão de Loronha conhecido no Brasil como Fernando de Noronha, foi um rico fidalgo português, nascido em 1470. Chegou às terras brasileiras em 1503, por meio de um acordo feito com a Coroa Portuguesa, para a exploração do pau-brasil. Por ter sido um dos financiadores da expedição, ele recebeu uma ilha pernambucana como recompensa, que ganhou o seu nome.

Em Curitiba, a via começa na Rua Theodoro Makiolka e vai até a Avenida Paraná. Com cerca de quatro quilômetros de extensão, ela corta os bairros Bacacheri, Boa Vista e Santa Cândida.

(Foto: reprodução/Google Street View)

Sebo Jerusalém

Seja novo, ou seja antigo, os livros guardam viagens, histórias e personagens. Publicações dos mais variados gêneros podem ser encontradas no Sebo Jerusalém. O estabelecimento pertence ao casal Patrícia e Sílvio Almeida desde 2011, mas a história do local começa muito antes, há 20 anos.

Depois de passar por várias ruas curitibanas, o sebo se fixou na Rua Fernando de Noronha, por estar próximo a outros pontos comerciais e escolas. Apesar do nome Jerusalém ter associação ao cristianismo, o dono do estabelecimento garante que o sebo e os livros não são de conteúdo religioso. O nome, na verdade, foi escolhido a partir de uma história curiosa.

Atualmente o Sebo Jerusalém está localizado na Rua Fernando de Noronha, número 520, no Boa vista.

Clube Rio Branco

O Clube Rio Branco foi fundado há 134 anos por um grupo de amigos alemães que vieram morar em Curitiba. Inicialmente o Clube ficava na rua Visconde do Rio Branco, por isso a escolha do nome para a nova sede. Naquela época, a associação tinha grupos de bolão, de artistas e esportistas e o objetivo era ter um clube de campo onde os amigos sempre pudessem se reunir. Entre 1917 e 1949, o espaço foi utilizado pelo governo, no período entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial.

(Foto: reprodução/Google Street View)

Somente em 1949 o prédio foi retornado à associação. Com o tempo passando e as famílias aumentando, veio a decisão da compra de um terreno no bairro Santa Cândida, na rua Fernando de Noronha. Uma das pessoas que acompanhou toda essa história foi Marcia Araújo. Ela tem 50 anos e desde os dois vai ao clube com sua família. Os pais dela trabalham ali desde que ela era pequena.

Hoje o perfil de quem frequenta o clube mudou. Além dos descendentes dos alemães que fundaram o clube, boa parte dos associados mora na região do clube, no bairro Santa Cândida. Mas isso não significa que as tradições alemãs foram deixadas de lado.

A sede do Clube Rio Branco fica no bairro Santa Cândida, no número 692 da Rua Fernando de Noronha.

 

 

Comments

  1. Adriano Gama says:

    O Sebo Jerusalém contribui significantemente para a evolução comercial e cultural do bairro. Recomendo conhecer este Sebo.

  2. Muito bom seu artigo,gostei de mais. Parabéns!

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*