Política

Governo do Paraná altera base de cálculo do ICMS para medicamentos

(Foto: Divulgação/Aen)

A base de cálculo para cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços(ICMS) foi alterada a partir de um decreto do governador Beto Richa, assinado hoje (20).

Segundo o Governo do Estado, a base de cálculo utilizada considerava uma tabela de preços da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que tinha valores até 12,9% maiores em relação aos praticados no mercado. Agora, a conta vai ser feita com base nos preços divulgados em revistas especializadas.

A mudança é também parte de uma padronização nacional no tratamento tributário dessa área. De acordo com o Secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, a medida é retroativa e busca ajustar situações em que as empresas se negavam a pagar o imposto por não concordarem com a tabela adotada para o cálculo.

Embora o governo acredite que a iniciativa possa refletir no preço final aplicado ao consumidor, o presidente do Sindifarma, Edenir Zandoná, afirma que, na prática, nada muda para os clientes.

A alteração foi feita por meio de dois convênios autorizados em dezembro de 2017 pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Um autoriza o uso de preços publicados nas revistas especializadas no assunto para a base de cálculo e outro valida os procedimentos que as empresas já adotavam ao praticar valores abaixo da tabela da Anvisa.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Forças de segurança definem estratégia do policiamento das Eleições 2022

Forças de segurança definem estratégia do policiamento das Eleições 2022

O trabalho vai ser integrado com as principais equipes de segurança do Estado

Álvaro Dias comenta disputa acirrada para o Senado no Paraná

Álvaro Dias comenta disputa acirrada para o Senado no Paraná

Candidato que lidera pesquisas até o momento fez uma análise sobre o período de campanha

Venda e consumo de bebidas alcoólicas serão proibidos nas eleições

Venda e consumo de bebidas alcoólicas serão proibidos nas eleições

Determinação é do governo estadual e visa garantir a segurança do processo eleitoral

Eleições 2022: 16 mil eleitores vão votar em lugares diferentes

Eleições 2022: 16 mil eleitores vão votar em lugares diferentes

A Justiça Eleitoral orienta os eleitores a consultarem os locais de votação