Grupo de trabalho estuda revitalização da região do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio

Foto: Claudio Neves/Appa

O Governo do Paraná vai coordenar uma ação conjunta para revitalizar a região do Santuário Estadual de Nossa Senhora do Rocio, em Paranaguá, no Litoral.

A intenção é reunir a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Secretaria do Desenvolvimento Urbano, da Comunicação Social e Cultura, além das empresas que atuam na atividade portuária.

O presidente dos portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, conta foi criado um grupo de trabalho, e em 30 dias será concluída uma lista com propostas para o bairro. Ele afirma que a intenção é coordenar esforços e beneficiar a região do Santuário.

O Governo do Estado já realiza obras na Avenida Bento Rocha, que é um dos principais acessos ao porto e importante para o comércio local. A reestruturação vai da ponte sobre Rio Emboguaçu até a Avenida Portuária e é feita com recursos da Appa que somam 15 milhões e 900 mil reais.

O projeto e a execução são coordenados pelo DER e incluem novo pavimento de concreto, nova sinalização vertical e horizontal e ciclovia em cerca de 3 quilômetros de extensão.

As obras para ampliação do cais de atracação do Porto de Paranaguá não irão prejudicar as atividades do Santuário e não há intenção de mudar a igreja de lugar.

Segundo o padre Parron, a paróquia é a favor do progresso e acredita na convivência pacífica com a atividade portuária como já ocorre ao redor do mundo entre portos e santuários.

O Santuário de Nossa Senhora do Rocio teve a construção iniciada em 1813. O espaço reúne, todos os anos, milhares de fiéis em homenagem à padroeira do Paraná, sendo 500 mil pessoas só no mês de outubro.

Reportagem: Kelly Frizzo

Foto: Claudio Neves/Appa

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*